18.12.05

Natal...parte 2 (by Pr.Livingsthon Farias)

Ola, Paz a todos!!

Nesta segunda edição onde procuro refletir sobre o natal, tenho ainda outro senso de fala para os que se preocupam com a verdade, e também para com os que se perdem em meio a verdade, fazendo dela coisa banal. Esse tempo novo onde o meu país adorou pra valer onde re-descobriu ser Jesus o amado de suas almas, onde os eventos e celebrações assumiram a maior parte do tempo em nossos encontros, onde congressos foram executados afim de dar continuidade a grande carência de nossa gente por buscar algo novo em Deus, onde os preletores, pregadores, etc, levantaram quase todo o tipo de tema. Esse tempo foi também um tempo onde o meu pais foi fundo no sobrenatural... onde dicas, revelações, ordens, visões, viseiras. visismos, cacuetes, macetes, metáforas, deram todo o tom da coisa.Quase nada se reformou. Isto porque essa nossa geração nem foi informada sobre a reforma, no fundo no fundo, o formol lançado sobre o povo tem seus congênitos efeitos co-laterais, letais, com todo o jeito de piedade, como diz o apóstolo no Livro de Colossenses, tem uma aparência de coisa boa, de santidade, de rédeas, de mover, de poder, entretanto, quanto mais o corpo de Cristo se embebece dessa água, para mais longe e distante o povo se vê conduzido pelas ondas pós - modernas.

Isto porque não aceitamos com facilidade a verdade de que temos que nos arrepender e retornar ao ponto de onde jamais teriamos de ter saido. Dai... claro que nem tudo é festa, mas quase tudo é festa para a maioria. Quer ver só??!! experimente chegar em uma festa com um outro tipo de massa... de bolo, de bebida!!! Experimente dizer que o vinho já se foi há muito tempo e que o que esta se experimentando é uma outra coisa... pois na verdade, alguém tá gritando que o vinho faz hora que acabou. O vinho, o que ele representa..... sim, ele é a única razao através da qual a festa é possivel. é claro que temos tido muita festa e bem pouco vinho. Disso não tenho dúvida e ninguém se habilitaria a dizer que estou errado!!! Vinho... ah!! O Seu inventor usou a sua Própria essência... Seu Pleroma... Seu fôlego.... Seu Hálito.... Seu Caldo.... Seu Pranto... Seu grito, Sua dor.

Sabe o que o ousado Profeta Isaías chegou a dizer??.... Quer saber mesmo??.... Ele diz que AO SENHOR DEUS AGRADOU MOÊ-LO FAZENDO-O ENFERMAR!!! E ai??? Como fica nossas historinhas de continhos de fadinhas e fadinhos??? Acho que pensar o natal é mesmo pensar em Jesus... porém, num todo, Nele todo, com todas as implicitudes, cálculos,loucuras, moeduras, torturas, marcas,Seus vexames padecidos por nós, Suas humilhaçoes, as cusparadas recebidas, os deboches, zombarias; enfim, essa MOEDURA citada por Isaías e também no livro do Êxodo onde Deus manda as famílias (num "tipo-símbolo" de Cristo), comerem o cordeiro TODO.
Basta lembrar que nem todos os evangélicos foram assistir o filme do MEL GIBSON por terem eles mesmos uma pena tola de JESUS, no fundo uma boa parte dos que seguem a Jeus, não captaram o clangor de sua morte.Tal evento retumbou a todas as eternidades, ao ponto de nunca mais o universo e os homens serem os mesmos.

É como se mais uma vez, o Cristo dissese-nos: Esse sangue é coisa minha!! "Eu estou repartindo com vocês!! Vejam o que voêes farão com o que eu lhes dou. Eu hei de cobrar o meu sangue que eu mesmo dei a vocês, mas nós???... AHHH!!!...Pra que Pastor???... Nós não estamos preocupados com o imposto a ser requerido... o dia do ajuste de contas definitivamente não nos assusta!!!! Por isso é que o Corpo de Cristo é conduzido a uma coisa que está sendo chamada de avivamento, mas... enfim!!! Bem e o Corpo Dele, que foi partido por nós....com o entendimento do corpo partido e dado a todos nós, é hora de juntarmos o corpo Dele em torno Dele.. por causa Dele... pela ordem Dele.

A ordem ainda, foi de comermos do Seu corpo em memória Dele!!! O que estamos fazendo??.....Estamos partindo outros corpos e comendo outrras carnes, matando as ovelhinhas... esfacelando-as, condenando-as.... triturando-as. Estamos comendo outros.... dando DENTADAS nos nossos irmãos. Usando as =presas= afiadas da maldade, da contenda, do ciúme do medo de perdermos a pose, dentes da injustiça, bocas cheias de inveja, nocividades, falta de respeito. Mas o sangue é Dele... e o corpo é Dele também.... e pra nosso governo, Ele vem, virá... e não tardará!
Eu peço ao Senhor que tenha muita misericórdia de mim naquele dia, e que Ele me livre de estar perto de muitos que não discerniram o tempo da oportunidade, amado irmão, discirna o teu tempo em Deus.

Feliz natal enfim!!

Nele que jamais me deixará...

Pr. Livingsthon Farias